A atriz Carrie Fisher, imortalizada no papel da Princesa Leia Organa em Star Warsmorreu em 27 de dezembro último, após ter um ataque cardíaco durante um voo entre Londres e Los Angeles, enquanto divulgava sua autobiografia, lançada pouco antes. Ela também tinha acabado de finalizar sua participação em Star Wars – Os Últimos Jedi, o penúltimo capítulo da saga. Agora, o site TMZ teve acesso ao laudo oficial de causa mortis da atriz, que relaciona o falecimento à Apneia do Sono e consumo de drogas.

O laudo diz que o infarto sofrido por Fisher foi causado por Apneia do Sono. Ela chegou a ser internada em estado grave e morreu quatro dias depois em um hospital de LA. O documento também diz que a morte teve outras causas como complicações, por causa do consumo de “substâncias não-identificadas” que teriam sido consumidas diversas vezes nos dias anteriores à morte.

Carrie Fisher foi uma notória usuária de drogas ao longo da vida e nunca escondeu isso, por ser extremamente franca em suas entrevistas, sendo também um tema que aborda em seu livro. Em vista da revelação do TMZ, a filha da atriz, Billie Lourd, se pronunciou via CNN:

Minha mãe lutou contra a dependência de drogas e doenças mentais durante toda a vida. Ela finalmente morreu por isso. Ela foi propositalmente aberta em todo o seu trabalho envolvendo os estigmas sociais que estas doenças têm. Eu conheço minha mãe, [sei que] ela gostaria que sua morte encorajasse as pessoas a se abrirem sobre suas lutas. Procure ajuda, lute pelo financiamento do governo para programas de saúde mental. A vergonha e os estigmas sociais são inimigos do progresso para soluções e, finalmente, para uma cura.

É realmente interessante o comentário, incentivando o rompimento dos estigmas ligados às drogas e à saúde mental. No entanto, o comentário não deixa claro se as substâncias consumidas eram medicamentos ou drogas ilegais.

Carrie Fisher e a General Leia Organa aparecerão pela última vez em Star Wars – Os Últimos Jedi, que tem lançamento em dezembro deste ano. Havia planos para o fechamento de seu arco no filme seguinte, Star Wars – Episódio IX, que sairá somente em 2019, mas agora, Disney e LucasFilm precisam encontrar uma outra solução