╠ GeekTrooper ╣

Cultura Geek e Nerd ao alcance de todos.

REVIEW TEKKEN 7

Tekken 7 chegou ao PS4, Xbox One e PC. Após muita espera, os fãs da série de luta da Bandai Namco podem jogar o título – que não apenas é um dos melhores do gênero, mas que talvez também seja o melhor da franquia. A equipe de produção caprichou em quase tudo: gráficos, jogabilidade, personagens e sistemas de jogo, tornando-o praticamente em uma versão definitiva. Leia e entenda, em nosso review completo:

Saiba tudo sobre Tekken 7, novo jogo de luta para PS4 e Xbox One

Problemas no paraíso

Apesar de os acontecimentos de Tekken 6 terem livrado o mundo de um grande mal, nem tudo está bem para quem sobreviveu e, muito menos, para o Clã Mishima. Nina Williams, a lutadora e agente especial que lidera a organização Zaibatsu, luta para encontrar Jin Kazama, após os confrontos contra uma criatura demoníaca misteriosa, Azazel. O problema é que, sem uma liderança, o clã Mishima está novamente vulnerável aos ataques de Heihachi, o ancião maligno.

Tekken 7: confira o review do game (Foto: Divulgação/Bandai Namco)

É justamente com Heihachi que a história de Tekken 7 começa. O clássico lutador retorna mais uma vez, para tomar seu lugar e lidar com oponentes de longa data – a começar por Nina. Ao lado dele, outros personagens vão surgir, com interesses próprios, enquanto figuras inéditas também emergem, para trazer algo realmente novo à já complicada história da série.

Em Tekken 7, temos novamente a narrativa cinematográfica liderando o clima do jogo. Contudo, aqui esse conteúdo está ainda mais caprichado, pegando emprestada a inspiração que veio de jogos como Mortal Kombat e Injustice, do estúdio NetherRealm. O enredo sempre foi um dos fortes de Tekken, e a Bandai Namco resolveu aproveitar isso da melhor forma neste capítulo.

A narrativa funciona muito bem e mostra pedaços da história, com aquele CG bem produzido, alternando entre lutas rápidas, com os personagens participantes de cada cena. A história é tão valorizada que, na verdade, há até mesmo uma área no game que permite comprar todo o enredo dos jogos anteriores, por valores da moeda fictícia de Tekken 7, obtida nas lutas e completando objetivos.

Tekken 7: confira o review do game (Foto: Divulgação/Bandai Namco)

Um jogo equilibrado

Tekken 7 brilha com seus controles bem estruturados. Os botões mantém todo o esquema clássico, onde cada um dos quatro principais movimentam os braços e pernas dos lutadores, enquanto o ângulo de aproximação de cada personagem foi ligeiramente modificado – talvez para valorizar o visual ou um melhor entendimento das lutas.

A complexidade de Tekken continua em alta no sétimo capítulo e os combos magníficos realizados com apenas alguns botões se mantém. Porém, há facilidades para novatos, como uma movimentação mais limitada dos personagens, facilitando combates e encaixes de combos, além de pequenos golpes especiais inseridos em cada lutador, que fazem com que este Tekken seja único em toda a série.

Porém, como citamos, o jogo pode ser cruel por sua complexidade. Errou um ataque? Seu personagem não será rápido o suficiente para retomar a posição, mesmo se o oponente estiver virado de costas. Tekken 7 é cruel e complexo, mas é isso o atrativo, graças à variedade de formas com as quais podemos vencer uma luta, de acordo com a estratégia com determinado lutador selecionado.

É interessante notar ainda que, durante os combates, o game também agrega sua narrativa cinematográfica, pegando elementos similares de outros Tekken, e visto no modo história. Ao jogador no Arcade ou contra outros usuários online e offline, será comum ver momentos de tensão durante a batalha, com direito a closes e câmera lenta quando dois golpes vão se encontrar – tudo para deixar o embate mais emocionante.

Online com problemas

O multiplayer é um grande componente em Tekken 7. Jogar offline continua tão prazeroso quanto era de costume na série, mas, ao menos neste momento inicial, o modo online pode ser penoso, graças a pequenas falhas de servidores encontradas na edição para consoles – em especial no PlayStation 4. Encaramos desconexões e muita demora para encontrar oponentes, em alguns casos.

No momento em que essa análise foi produzida, ainda não foi emitido um comunicado oficial da Bandai Namco ou pelas responsáveis das redes dos consoles. Contudo, na edição PC, o multiplayer online funciona muito bem, o que nos leva a crer que não é exatamente um problema do jogo, mas sim das redes, seja por uma falha momentânea ou por conta de qualquer outro tipo de problema interno no Xbox ou PlayStation.

Conteúdo para dar, vender e comprar

O game tem muito conteúdo a ser feito. Além da já citada “galeria de filmes” dos outros Tekken, há inúmeras peças de roupas de personagens para serem compradas, trazendo este jogo mais próximo a outro título da Bandai Namco: SoulCalibur. É possível comprar itens de personalização e modificar totalmente cada lutador, até mesmo transformando-os em versões de outros personagens, de outras séries.

Durante a jogatina, destravamos efeitos especiais dos golpes, artes digitais, banners para o perfil do jogador, entre outros itens, cosméticos ou não, que podem te distrair com muita diversão. Outro detalhe importante é que Tekken 7 conta com 38 lutadores, oito inéditos além de eventuais lançamentos via download. Há até a adição inusitada de Akuma, de Street Fighter, que participa ativamente da história. O lutador demoníaco vem com todos os seus golpes mais tradicionais. É um jogo de luta não apenas definitivo, mas também completo em cada aspecto.

Tekken 7: confira o review do game (Foto: Divulgação/Bandai Namco)

Capricho visual

Tekken 7 é também caprichado em seu visual. O game tem efeitos dignos de nota e da atual geração de consoles. Vale a pena entrar no modo de personalização dos lutadores e ficar contemplando detalhes quando alteramos suas roupas. Em como uma nova blusa pode modificar o visual de um músculo ou o contorno de determinado lutador ou lutadora. A atenção aos detalhes faz valer a espera que o game teve para, enfim, ser lançado nos videogames – vale lembrar que ele ficou exclusivo de fliperamas japoneses por um bom tempo.

Outro elogio cabe à trilha sonora, repleta de hits de outros game da série Tekken, além de faixas inéditas, combinando com o clima da história. O game também mantém a tradição de deixar cada personagem falando no idioma de sua terra natal, como japonês, inglês e até português, para o caso de lutadores brasileiros – como a novata Katarina.

Conclusão

Tekken 7 é um jogo completo, com muitas opções do que ser feito, enorme quantidade de lutadores iniciais, gráficos de primeira qualidade e conteúdo destrancável digno de atenção. Cabe apenas resolver os problemas de partidas online, que funcionam, mas com pequenos impedimentos, para tornar-se um dos melhores títulos do momento e do gênero.

Anúncios

Sobre Geektrooper

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 14/06/2017 por em Games e marcado .

Blogs que sigo

Categorias

taverna42.wordpress.com/

O site mais geek que você já viu!

hqrock

Quadrinhos, música e afins

The Amazing Nerd

Simplesmente Espetacular

TI e Tendências Web

games mobile redes sociais segurança tendências

NERD GEEK FEELINGS

Notícias, resenhas, opiniões e comentários sobre o mundo do entretenimento

╠ GeekTrooper ╣

Cultura Geek e Nerd ao alcance de todos.

Arte & Ação

O universo começa dentro de nós.

Sphera Geek

Beta 2.0

Clube do Imperador

Conhecimento, Entertenimento e Cultura Pop!!

%d blogueiros gostam disto: